MegaDJ Portal
Entretenimento Eventos

PF prende dois por lavagem de dinheiro na contratação de DJs em SC

banner
Contratos de pagamento eram subfaturados

Nesta quinta-feira, duas pessoas foram presas em São Paulo em fase da chamada “Operação Line Up”, da Polícia Federal. A operação investiga esquema bilionário de lavagem de dinheiro por subfaturação nos contratos de DJs internacionais para festas de música eletrônica. As fraudes envolvem R$ 2 bilhões e empresas em Santa Catarina e São Paulo ligadas ao doleiro Alberto Youssef, condenado na Operação Lava Jato. A informação é do G1 SC.

Os mandados de prisão preventiva foram realizados em São Paulo, capital, contra um dono e o diretor de uma empresa de câmbio que trabalhava no esquema de lavagem de dinheiro junto a uma empresa de eventos catarinense. Os nomes dos suspeitos e das empresas investigadas não foram divulgados. De acordo com a reportagem, 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, cinco deles em SP e nove em Santa Catarina, nas cidades de Itajaí, Balneário Camboriú e Blumenau.

O esquema de lavagem de dinheiro teria sido feito por meio da parceria entre a empresa de eventos e a corretora de câmbio. Segundo a PF, as investigações começaram em 2013 e apuraram que os contratos dos DJs eram subfaturados nos pagamentos — ou seja, a quantia paga aos DJs era maquiada para o desvio do dinheiro.

Ainda de acordo com os números da polícia, foram mais de R$ 2 bilhões em movimentações atípicas, e envolvendo 155 operações de câmbio sob nomes de pessoas falecidas, exportação ilegal e contratações de empresas investigadas na Lava Jato, vinculadas a Youssef.

Fonte: Phouse

Related posts

Pelo segundo ano consecutivo, Top 100 da DJ Mag tem três brasileiros

AdelinoDJ

Joe Kinni e João Mar lançam versão para sucesso de 2006

AdelinoDJ

Bizarro: Behringer tenta processar críticos na internet

AdelinoDJ

Entrar/Login

Do not have an account ? Register here
X

Registrar